Viaje para o Eu Sagrado com a Professora Cidinha

Queridos/as, nossa eterna Professora Cidinha apresenta uma terapia holística que trata de nossas emoções negativas em um método de acupuntura sem uso de agulhas em que é um exercício prático de autoconhecimento e a busca do Eu sagrado.

Por isso fundou a MEL – Mente Equilibrada e Liberta em que transforma caminhos em realidade com o poder da terapia do campo do pensamento.

E, claro, com todo o conhecimento e responsabilidade já consagrada da Professora Mestra Cidinha que tem sua competência e responsabilidade comprovada.

Agenda:

Dia 30 de Junho

Agora que você entrou em contato com o conteúdo e está animada ou animado e sentindo uma vibração intensa para realizar essa VIAGEM.

Faça sua inscrição, rapidamente pois as vagas são limitadas.
Para se inscrever mande uma mensagem para o endereço: profcidinha21@gmail.com

Forneça seu nome completo, endereço completo e o número de celular com WhatsApp.
Caso tenha outro endereço eletrônico, registre-o também.

O investimento para este Encontro é de R$ 167,00 – isso mesmo um investimento no valor (cento e sessenta e sete reais).

O Curso será realizado no dia 30 de junho de 2018 – das 8h30 às 17h30
Obs.: A sua inscrição estará assegurada após a concretização do depósito deste valor em conta bancária que será indicada após o seu primeiro contato.

Prazo para realização da sua inscrição: até o dia 23 de junho.

Confira alguns de seus vídeos publicados:

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fmel8898%2Fvideos%2F389056491586368%2F&show_text=0&width=560

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fmel8898%2Fvideos%2F387680461723971%2F&show_text=0&width=560

Conhece a ti mesmo!

Anúncios

EVENTO – UNIVERSIDADE ABERTA: Conheça a programação do Curso de Serviço Social

A Universidade Brasil realizará o evento “Universidade Aberta” em 09 de Junho de 2018, das 09h00 as 14h00 e o Curso de Serviço Social apresentará seus principais fundamentos durante todo o período.

Contará com os/as professores/as do curso em oficinas temáticas, além de entrega de cartilhas para orientação sobre direitos sociais.

Não perca! Entrada Livre!

Programação:

Coordenação: Me. Cássia Mazeti Rossi

Durante todo o evento: Entrega de cartilhas de orientação sobre os Direitos Sociais do Cidadão Brasileiro;

Durante todo o evento: Apresentação do Curso de Serviço Social no acesso principal da Universidade Brasil;

10 Horas – Oficina: Questão Urbana e Direitos Sociais
– Professoras Dra. Marta Cirera e Dra. Talita Molina;

11 Horas – Oficina: Família, Direitos e Proteção Social
– Professora Me. Márcia Mesquita e Professora Esp. Gislene da Silva;

Apresentação Cultural – Roda de Capoeira
Participação dos alunos/as do 7° Semestre Letivo;

Professores/as de Apoio:
Ana H. Passos; Roberta Oliveira; Ismail Reis, Ivonete Silva.

Como Chegar:

[CURSO] Branquitude Brasileira: Direitos e Políticas Afirmativas com Ana Helena Ithamar Passos

A nossa eterna Professora Ana Helena Ithamar Passos, está à frente do Curso Livre Branquitude Brasileira: Direitos e Políticas Afirmativas com Ana Helena Ithamar Passos através do Centro de Formação, que é uma iniciativa da Ação Educativa, uma organização da sociedade civil que promove direitos educativos, culturais e da juventude, tendo em vista a defesa da democracia, da justiça social e da sustentabilidade socioambiental no Brasil em cinco encontros sendo nos dias 05, 12, 19 e 26 de maio e no dia 09 de junho das 14h00 às 18h00.

Confira os detalhes do curso oferecido e forma de acesso abaixo divulgada no site oficial:

O curso objetiva construir uma reflexão da conjuntura atual do Brasil, a partir do entendimento de que a garantia de direitos afirmativos para a população negra refletiu diretamente em ações de violência e reações negativas da branquitude brasileira.

Buscamos construir um debate sobre como essas questões estão envolvidas com a discussão sobre relações raciais brasileiras, em específico, a discussão a respeito do lugar do branco e seus privilégios.

Pretendemos encerrar a oficina com uma intervenção, a depender dos acordos com os/as participantes, em um espaço majoritariamente frequentado por pessoas brancas, a fim de verificar as falas e a postura do grupo social branco sobre política, direitos e privilégios.
Referências bibliográficas:

1 – HOFBAUER, Andreas. Uma História de branqueamento ou o negro em questão.

2 – MISKOLCI, Richard. O desejo da nação: masculinidade e branquitude no Brasil de fins do XIX.

3 – Ware, Von (org.). Branquidade: identidade branca e multiculturalismo.

4 – “Dossiê Branquitude” (on line) – SCHUCMAN, Lia Vainer & CARDOSO, Lourenço. Dossiê Branquitude.
Conteúdo programático

1º Encontro: a categoria raça em análise e a política de branqueamento no Brasil.

Esse módulo será dedicado a uma reflexão sobre a construção analítica da categoria raça a partir das teorias raciais do século XVIII e como essas teorias influenciaram a formação social brasileira em relação as políticas raciais pós abolicionistas.

2º Encontro: Branquidade ou Branquitude?

Os significados da introdução do debate da branquitude no Brasil.

3º Encontro: as relações de gênero marcadas na Branquitude

Uma discussão sobre as relações de gênero a partir da perspectiva dos efeitos da branquitude nessas relações.

4º Encontro: atividade lúdica e de reflexão coletiva sobre os conteúdos trabalhados nos encontros anteriores e vivência a partir da união desses conteúdos com nossas subjetividades.

5º Encontro: debate a partir de trechos da série “dear white people”(cara gente branca) e os textos trabalhados nos encontros anteriores.

A quem se destina

Professoras(es) da rede pública ou privada de ensino, acadêmicos, ativistas sociais e público em geral interessado no tema.

Clique na imagem do Centro de Formação abaixo para acessar a forma de investimento e maiores detalhes sobre a instituição.

[ATUALIZADO] EVENTO UNIVERSIDADE BRASIL: SEMANA ACADÊMICA DE SERVIÇO SOCIAL 2018

O curso de Serviço Social da Universidade Brasil tem formado profissionais e pesquisadores que moram e trabalham na Zona Leste. Este tem sido um importante diferencial, porque ao bacharelarem em Serviço Social esses profissionais tem exercidos suas atribuições na região construindo uma rede e repercutindo no desenvolvimento social, econômico e humano da região.

Desta forma, é com imenso orgulho que convidamos a comunidade, profissionais da rede de serviços e pessoas interessadas no curso para participarem da Semana Acadêmica de Serviço Social 2018, com o tema: Pluralismo na Academia e na Atuação: O Território, o Espaço e o Direito Social.

Tema: A Pluralidade na Academia e na Atuação: O Território, o Espaço e o Direito Social

Datas:

Segunda-feira, 14 de Maio de 2018 – 19 horas

Tema: A disputa da terra e os desafios do direito à moradia

Professora Dra Marta Cirera

Mestra Assistente Social Cleonice Dias dos Santos (União dos Movimentos de Moradia)

Mediação: Professora Mestra Cássia Mazetti

Terça-feira, 15 de Maio de 2018 – 19 horas

Tema: Docência

Professora Dra. Ivonete Silva

Professora Dra. Denise Tofik

Mediação: Professora Mestra Márcia Mesquita

Clique aqui ou no banner abaixo para se inscrever – abre em nova janela

Banner

Como chegar:

Participe

Observação:

Em 14 de abril divulgamos os temas equivocadamente, sendo que já foram sanados os erros e os (as) inscritos (as) para estas datas receberão e-mail contendo a programação correta. Pedimos à todos (as) desculpas pelo transtorno.

CURSO: Documentação e Serviço Social [POUCAS VAGAS]

As professoras Telma Marques e Márcia Rejane planejaram o Curso de Documentação e Serviço Social: Elaboração de Relatórios, Laudos e Pareceres e seus Procedimentos Técnicos para sua materialização no cotidiano profissional, atividade cada vez mais requisitada para os/as profissionais que estão ou pretendem atuar nesta tão desafiadora área do conhecimento que é o Serviço Social, uma vez que as diversas expressões da contradição capital-trabalho exigem deste/a profissional aptidões cada vez mais complexas para entender o momento social, traçar planos, ofertar recursos, direcionar procedimentos e propor soluções para a população assistida pelas políticas públicas e/ou privadas.

O curso oferece por metodologia a realização de oficinas e laboratório de modo a proporcionar para cada participante a oportunidade de lidar com diferentes situações do cotidiano de trabalho profissional e foi elaborado para que o/a profissional seja capacitado para construir um relatório que expresse a perspectiva analítica (referencial teórico-metodologógico), tendo clareza dos procedimentos técnicos e da forma de registro, estabelecendo sempre uma relação com o projeto ético-político da profissão, a questão do sigilo profissional e a garantia de direitos constitucionais.

Agenda e carga horária

Dias 03 e 10 de Março de 2018

Horário: das 08h00 as 17h00

Local

Ação Educativa – Rua General Jardim, 660 – República

Fácil acesso pela estação República do Metro

Inscrições

Luminus Projetos e Gestão

Luminus Projetos e Gestão

Acesse a página da Lúminus Projetos e Gestão no link acima e reserve sua vaga.

Vagas limitadas!

 

 

Seminário: Subjetividade e Serviço Social – Programação

RECORTE

Conheça a programação completa do Seminário Subjetividade e Serviço Social: Desafios Multidimensionais para a Prática do(a) Assistente Social na Contemporaneidade.

O seminário tem por objetivo apresentar o SERVIÇO SOCIAL e discutir os desafios multidimensionais da prática do(a) ASSISTENTE SOCIAL, contemplando também os profissionais do campo social.

Também visa construir o intercambio entre a Universidade Brasil e a comunidade.

Nesta edição, convidamos a rede de serviços socioassistencial da zona Leste, pois  propomos construir espaços de trocas e de aprendizado recíproco, capaz de ampliar o debate político e de qualificar a prática profissional.

08 – Fevereiro – 2018

MATUTINO

08:00 – CREDENCIAMENTO

08:30 – ABERTURA

08:45 – PALESTRA

TEMA: Subjetividade e Serviço Social: uma aproximação ao debate sobre lutas e reconhecimento.

Márcia Rejane Oliveira de Mesquita Silva – assistente social do Tribunal de Justiça de São Paulo, mestre em Serviço Social pela PUC/SP, professora do curso de Serviço Social da Universidade Brasil.

09:15 – Cássia Mazeti Rossi, assistente social, mestre em Serviço Social pela PUC/SP, coordenadora do Curso de Serviço Social.

MEDIAÇÃO: ANA HELENA PASSOS ITHAMAR – advogada, doutora em Serviço Social pela PUC/RJ, integrante do coletivo DEFEMDE,  professora do curso de Serviço Social.

TRAJETORIA ACADEMICA E PROFISSIONAL

09:35 – Serviço Social, Militância e Empreendedorismo Social – Fábio Monteiro de Lima – Formação acadêmica em Serviço Social pela Universidade Brasil – UNIVBRASIL. Atua na área de Empreendedorismo Social: Elaboração de Projetos Sociais.

09:50 – Serviço Social, pesquisa e estágio na área da criança e do adolescente – Lúcia Aparecida Goulart Vieira – Assistente Social e Especialista em Gestão de Políticas Públicas e Atendimento às Famílias pela Universidade Brasil – UNIVBRASIL.

10:05 – Prevenção e Direito à Informação – Raphaela Fini – Assistente Social. Bacharelou-se pela Universidade Brasil. Educadora Comunitária e Agente de Prevenção do HC-FMUSP – Hospital das Clinicas Faculdade de Medicina da USP.

10:20 – Trajetória Profissional – Márcia Hermano – Assistente Social Assistente Social e Especialista em Gestão de Políticas Públicas e Atendimento às Famílias pela Universidade Brasil – UNIVBRASIL.

10:30 – DEBATE

NOTURNO

19:00 – CREDENCIAMENTO

19:30 – ABERTURA

09:45 – PALESTRA – As múltiplas contradições da prática profissional: possibilidades e desafios.

Raquel Paiva Gomes, Assistente social do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo na Comarca de São Bernardo do Campo .Doutoranda do Programa de Planejamento e Gestão do Território da Universidade Federal do ABC.

20:15 – Cássia Mazeti Rossi, assistente social, mestre em Serviço Social pela PUC/SP, coordenadora do Curso de Serviço Social.

MEDIAÇÃO: MARTA CIRERA, assistente social, Mestre e Doutoranda em Serviço Social pela PUC/SP, professora do Curso de Serviço Social da Universidade Brasil.

TRAJETORIA ACADÊMICA E PROFISSIONAL

20:35  – A Dimensão Concreta e Social da Subjetividade: Demandas Emergentes para Prática do Assistente Social – Erivaldo Santos Morais – Assistente Social e Especialista em Gestão de Políticas Públicas e Atendimento às Famílias pela Universidade Brasil – UNIVBRASIL.  Mestrando no Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP, e Pesquisador do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Ensino e questões Metodológicas em Serviço Social – NEMESS COMPLEX- PUC-SP.

20:50 – A Importância do Estágio Supervisionado na formação do Assistente Social e na inserção no mercado de trabalho – Sandra Kocura – Assistente Social no Núcleo de Proteção Jurídico Social e Apoio Psicológico (NPJ), referenciado no CREAS Itaim Paulista. Bacharelou-se pela Universidade Brasil. Idealizadora de Projetos socioeducativos direcionados para o público idoso e sendo executados em 08 Núcleos de Convivência do Idoso (NCI) na Região de Itaquera, Coordenadora do MST Leste 1

Local – Universidade Brasil – Itaquera

Rua Carolina Fonseca, 584 – Itaquera

Banner

BANNER - FINAL 1

Compartilhe!

%d blogueiros gostam disto: